O dízimos do Senhor gera tanta dúvida

Este assunto dos dízimos tem estado na dúvida para muitas pessoas. Há quem diga e defenda com unhas e dentes que não é mais para hoje em dia, e há quem defenda com unhas e dentes que permanece atualmente. Ambos os lados (contra e a favor) as vezes apresentam revelações, razões, textos bíblicos, argumentações, testemunhos sobrenaturais, e isso num primeiro momento pode parecer confuso, mas se formos sábios vai acabar nos ajudando. Muitos quando estão ouvindo muitas vozes diferentes falando muitas coisas diferentes acabam ficando confusos, mas outros entendem que este é o momento de ouvirmos a voz de Deus.

“Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo
Espírito Santo.” 2 Pedro 1:20-21 O Profeta David Owuor tem repetidamente falado que a Igreja deve voltar para a bíblia, pois apenas ali poderemos conhecer quando Deus falou e quando Deus não falou. Isso nos diz que o Espírito do Senhor precisa nos ajudar a interpretar as Escrituras, e nos próprios textos que são mais debatidos como Malaquias 3 (dízimos) por exemplo, ali no próprio texto, com a interpretação correta desfaremos todo o engano (Gênesis 40:8).

Na realidade a igreja atual desacostumou-se a
viver pela fé, e agora passou a confiar em suas posses, em seu dinheiro. Este assunto só gera polêmicas e controvérsias porque estamos olhando mais para o dinheiro do que para Cristo. 

Os pastores brigam porque acham que sem dízimos não haverá sustento da obra, e os irmãos brigam porque acham que dando dízimos receberão algo em troca de Deus. Vou lhe dar um breve histórico do dízimo nas escrituras, e então entrar na Nova Aliança, Novo Testamento. Se você ainda não orou pedindo ao Senhor entendimento sobre este assunto, peço que ore neste momento, pare de ler por um ou dois minutos e ore ao Senhor e lhe agradeça.

O problema nas igrejas do Brasil e do mundo todo não é que as pessoas não estão trazendo dinheiro para a casa. Não é que as pessoas não estão ajudando a manter as igrejas. Não é que as pessoas não estão
ajudando na obra. 

O problema é que não estão trazendo o Evangelho da Consagração, do Temor a Deus, do Arrependimento e da Santidade para a casa. Estas coisas nós deveríamos trazer para a Casa de Deus!
Primeiro de tudo quero que entendamos o que é a Casa do Tesouro, ou depósito do templo. Aos israelitas na lei de Moisés foi ordenado que trouxessem os dízimos (décima parte) do Trigo, do Azeite e do Mosto
(Vinho Novo) para que o serviço de Deus fosse mantido. Dízimos, portanto eram mantimento, comida. Se nos lembrarmos muito bem Israel possuía 12 tribos, das quais o Senhor separou uma, a Casa de Levi, os descendentes de Arão, para que lhe fossem um sacerdócio consagrado. Estes levitas não teriam direito a possessões como os demais israelitas, a sua porção era o próprio Senhor.
“Porém, à tribo de Levi, Moisés não deu herança; o Senhor Deus de Israel é a sua herança, como já lhe tinha falado.” Josué 13:33
“No mesmo tempo o Senhor separou a tribo de Levi, para levar a arca da aliança do Senhor, para estar diante do Senhor, para o servir, e para abençoar em seu nome até ao dia de hoje. Por isso Levi não tem parte nem herança com seus irmãos; o Senhor é a sua herança, como o Senhor teu Deus lhe tem falado.” Deuteronômio 10:8-9
“Tão-somente à tribo de Levi não deu herança; os sacrifícios queimados do Senhor Deus de Israel são a sua herança, como já lhe tinha falado.” Josué 13:14
Isso nos mostra que das 12 tribos, 1 tribo era separada para sacerdócio, eles não teriam as mesmas funções que os demais israelitas, não teriam herança como os demais israelitas, mas o Senhor seria a sua herança. Israel era o povo que Deus tinha tirado da terra do Egito. 

Eles estavam acostumados a escravidão Egípcia.
Nesta escravidão eles tinham que regar as plantações a pé, eles iam até o rio Nilo e de lá pegavam água
num balde e então traziam até a plantação, assim faziam várias vezes até que a terra estivesse irrigada.
Mas o Senhor lhes disse que a terra em que eles iriam entrar agora era muito diferente, não tinha um rio como o Nilo, mas era uma terra que bebia água da fonte do céu.

“Porque a terra que passas a possuir não é como a terra do Egito, de onde saíste, em que semeavas a tua semente, e a regavas com o teu pé, como a
uma horta. Mas a terra que passais a possuir é terra de montes e de vales; da chuva dos céus beberá as águas; Terra de que o Senhor teu Deus tem cuidado; os olhos do Senhor teu Deus estão sobre ela continuamente, desde o princípio até ao fim do ano.

E será que, se diligentemente obedecerdes a meus mandamentos que hoje vos ordeno, de amar ao Senhor vosso Deus, e de o servir de todo o vosso coração e de toda a vossa alma, Então darei a chuva da vossa terra a seu tempo, a temporã e a serôdia, para que recolhais o vosso grão, e o vosso mosto e o vosso azeite. 

E darei erva no teu campo aos teus animais, e comerás, e fartar-te-ás. Guardai-vos, que o vosso coração não se engane, e vos desvieis, e sirvais a outros deuses, e vos inclineis perante eles; E a ira do Senhor se acenda contra vós, e feche ele os céus, e não haja água, e a terra não dê o seu fruto, e cedo pereçais da boa terra que o Senhor vos dá. Ponde, pois, estas minhas palavras no vosso coração e na vossa alma, e atai-as por sinal na vossa mão, para que estejam por frontais entre os vossos olhos.  Amem muito estudo pouco espaço para por obrigado por ler 

Anterior Proxima Página inicial
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...