Social Icons

1

domingo, 14 de dezembro de 2014

CAIXA FLUTUANTE PARA CURTIR NO FACEBOOK PARA BLOGGER


Hoje em dia as redes sociais já estão presente ,em boa parte da população mundial,e quem não acompanhar as tendencias fica desatualizado.Eu abordei este assunto por que na postagem de hoje vou mostrar como criar uma Caixa flutuante para curtir no Facebook para Blogger.Esta caixa é muito diferente das demais que existem na rede,porque além de ela ser flutuante,ela acompanha o visitante onde ele for na pagina do seu blog


1º  Encontre no painel do seu Blogger a aba (Modelo) e depois clique em (Editar HTML


2º  Clique sobre o código do seu template e tecle CTRL + F  e busque por:
3º  E abaixo do código acima cole o seguinte código:







4º  Agora copie e cole o código abaixo em algum local e na linha que está em VERMELHO substitua o texto “NOME-DA-PÁGINA” pelo nome de sua Fan Page:

5º  Depois fazer essas modificação basta inserir esse código já modificado em um Gadget no seu Blogger,para fazer isto,basta acessar aba de seu blogger







6° Agora para finalizar ,na Página que abrir ,basta encontrar a opção "HTML/JavaScript" ,agora é só colar o código editado,salvar e pronto.









quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Faça uma Caixa de Parceira para seu Site e Blogs


1) Faça login no Blogger, entre em “Layout”, crie um novo widget clicando em “Adicionar um Gadget” e escolha a opção “HTML/JavaScript”;

2) Cole o código com as alterações feitas e salve.

- NOME_DO_BLOG: Coloque o nome do seu blog;
- URL_DO_BLOG: Coloque o domínio do seu blog (fique atento que são dois campos no código);
- URL_DA_IMAGEM: Coloque o link da imagem hospedada .

Temos 9 sites blogs Tudo bem organizado
http://gracaprofetica.blogspot.com
http://tendadosprofetas.blogspot.com
http://brasilfe.blogspot.com.br/ muito mais !!!!



quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Anjo: Um Serviço Secreto Muito Especial

ANJOS: UM SERVIÇO SECRETO MUITO ESPECIAL

 A partir de 1994, o Brasil começou a viver uma moda mística, a febre dos anjos. Sem dúvida, quem deu início a essa moda foi uma jovem senhora que antes trabalhava com orixás e depois, através da Fraternidade Branca, com gnomos, duendes, silfos, ondinas, fadas e salamandras. O nome dela é Mônica Buonfiglio. Seus dois sucessos editoriais foram Anjos Cabalísticos e A Magia dos Anjos Cabalísticos.

Mas, apesar de seu aspecto bombástico, essa moda teve um lado positivo, colocar em pauta a discussão sobre a existência ou não dos anjos. E é sobre isso que desejamos falar.

Muitas pessoas, em nome da racionalidade, lançam fora a água e a criança. Negam não somente o misticismo eclético da Nova Era, mas também a realidade do mundo espiritual. Criticam um erro, a superstição, e despencam em outro, o agnosticismo racionalista.

O maior e mais antigo tratado sobre anjos é a Bíblia. No Antigo Testamento, cujos escritos vão do segundo milênio aos anos quatrocentos antes de Cristo, temos 109 referências a anjos. A palavra hebraica para anjo é mal'akh, cuja idéia básica é de um mensageiro sagrado, humano ou sobrenatural. Já no Novo Testamento, cujos escritos vão dos anos 49 a 100 depois de Cristo, temos 186 referências
a anjos. Em grego a palavra usada é ângelos, que também tem o sentido de mensageiro, de intermediário.

É interessante que na Bíblia os anjos não tem nada a ver com a angelologia proposta pela Nova Era. Segundo Mônica Buonfiglio, por exemplo, os anjos são entidades etéreas, que não tem memória e nunca julgam. São como bebês...nus, com asas, bochechudos e com um sorriso maroto de criança arteira [Mônica Buonfiglio, Anjos Cabalísticos, São Paulo, Oficina Cultural Esotérica, 1993, p. 64].

INTELIGENTES E PODEROSOS
Embora o assunto seja extenso, vejamos três aspectos da doutrina cristã sobre anjos, que responde à pergunta central sobre estes seres. Por que existem os anjos?

Os anjos são seres espirituais.
Têm atividades definidas pelo próprio Deus.
Protegem os filhos de Deus.
Em relação ao primeiro item, é interessante ver que a Bíblia nos apresenta os anjos como seres espirituais, geralmente invisíveis. "Então, o que são os anjos? Todos são espíritos que servem a Deus e são mandados para ajudar os que vão receber a salvação". Hebreus 1.14 [Nas citações bíblicas foram utilizadas duas versões: A Bíblia Sagrada, tradução na Linguagem de Hoje, São Paulo, Sociedade Bíblica do Brasil, 1988; e A Bíblia de Jerusalém, São Paulo, Edições Paulinas, 1985].

Os anjos têm personalidade e inteligência. "Ele fez isso para resolver este caso. O senhor é sábio como um anjo de Deus e sabe tudo o que acontece". 2 Samuel 14.20.

Têm também direito de escolha e sentimentos, e isso fica claro quando se refere a Satanás, um anjo rebelado. "Você ficou ocupado, comprando e vendendo, e isso o levou à violência e ao pecado. Por isso, anjo protetor, eu o humilhei e expulsei do monte de Deus, do meio das pedras brilhantes. Você ficou orgulhoso por causa da sua beleza, e a sua fama o fez perder o juízo". Ezequiel 28.16-17.

E o próprio Jesus fala da alegria dos anjos. "Pois digo que assim também os anjos de Deus se alegrarão por causa de uma pessoa de má fama que se arrepende". Lucas 15.10.

A primeira conclusão é de que são seres espirituais, a serviço de Deus, para ajudar aqueles que serão salvos. Geralmente aparecem como adultos, têm capacidades especiais, memória, uma inteligência aguçada e sentimentos. De certa forma, não são muito diferentes de nós.

Esses seres ministradores tem atividades específicas. Adoram e servem a Deus. "Louvem ao Deus eterno todos os anjos do céu, que o adoram e fazem a sua vontade". Salmo 103.21.

Participarão do juízo divino, conforme explica o apóstolo Paulo: "Porque Deus fará o que é justo. Ele trará sofrimento sobre aqueles que fazem vocês sofrerem e dará descanso a vocês e também a nós que sofremos. Ele fará isso quando o Senhor Jesus vier do céu e aparecer junto com seus anjos poderosos". 2Tessalonicenses 1.6-8.

Eles trazem importantes notícias, instruem e guiam os filhos de Deus. Segundo o escritor da carta aos Hebreus, os mandamentos foram entregues a Moisés por anjos. "Por isso devemos prestar mais atenção nas verdades que temos ouvido, para não nos desviarmos delas. Ficou provado que a mensagem que foi dada pelos anjos é verdadeira, e aqueles que não a seguiram nem lhe obedeceram receberam o castigo que mereceram". Hebreus 2.2.

Ao contrário do que a vulgarização sobre angelologia prega, eles não estão debaixo da nossa vontade. Mas agem de acordo com a justiça de Deus nos julgamentos divinos. Participaram dos juízos de Sodoma e Gomorra, do Egito opressor, da destruição do exército de faraó na travessia do Mar Vermelho e em muitos outros eventos. E estarão com Cristo por ocasião do grande julgamento final.

MISSÃO ESPECIAL

E por fim, protegem e cuidam dos filhos de Deus. "O anjo do Deus Eterno fica em volta daqueles que
O temem e os livra do perigo". Salmo 34.7.

Dessa maneira, uma de suas principais tarefas, é acompanhar os filhos de Deus, em todos os momentos de suas vidas, mas especialmente naqueles de dificuldades. Não damos ordens aos anjos, já que eles são ministros de Deus, agentes secretos do Criador para proteção e guarda de seus filhos.

É interessante que a angelologia mística da Nova Era propõe um relacionamento com os anjos através de práticas esotéricas, via astrologia, numerologia e ancoragem (magia branca). São utilizadas dezenas de invocações, velas, incensos e talismãs. Tudo para manipular os anjos. Estamos, de fato, diante de uma cosmovisão gnóstica e espírita. Conforme, explica o teólogo Scott Horrell, esta é "uma angelologia sem Deus definido, sem estrutura moral e sem explicação sobre o porque da própria existência dos anjos" [J. Scott Horrell, Anjos Cabalísticos, in Vox Scripturae, São Paulo, AETAL, 1995, p. 245].


Diante das modas místicas, todos aqueles que se aproximam de Deus devem se lembrar do que diz Paulo, o apóstolo: "Pois há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens, um homem, Cristo Jesus, que se deu em resgate por todos". 1Timóteo 2.5.


Estamos no twitter


sábado, 28 de junho de 2014

Vegaspro11_32 bits

Vegaspro 11_32 bits




Sony Vegas Pro 11 proporciona um eficiente ambiente de criação intuitivo e integração de conteúdo para vídeo e difusão profissionais. Agora com acelerados por GPU desempenho com OpenCL. Sony Vegas Pro 11 agora tem poderes por meio de processamento de vídeo e renderização tarefas com facilidade. Com idéias inovadoras e ferramentas 3D estereoscópico, amplo apoio formato, controle de áudio inigualável, e GPU-inflamado efeitos de processamento e renderização, o Vegas Pro 11 simplifica seu fluxo de trabalho como nunca dantes visto.


Estilo: Edição & Criação Videos
Idioma: Ingles

Tamanho: 400 Mb
Formato: Rar


sábado, 21 de junho de 2014

CyberLink YouCam 5

CyberLink YouCam 5

 

O programa é ideal para quem gosta de conversas de vídeo online. CyberLink YouCam traz vários efeitos, opções para desenhar, deformar a imagem da webcam e muitas outras funções divertidas neste aplicativo. O software é compatível com o Windows Live Messenger, Skype, Yahoo! Messenger e AIM, segundo o desenvolvedor.

INFORMAÇÕES DO SOFTWARE
Compatibilidade: Windows XP, Vista, 7, 8
Fabricante: CyberLink
Categoria: Gravação

Idioma: Multilinguagem inclusive pt-Br


INFORMAÇÕES ARQUIVO
Tamanho: 151,19 MB
Tipo: EXE
Compactado: Sim – RAR
Crack: Sim





Crack: Sim














domingo, 1 de junho de 2014

Estudo de Apocalipse - Lição 2

Estudo de Apocalipse - Lição 2

SIGNIFICADO DA PALAVRA APOCALIPSE

Ela é composta de duas partes:
“Apo”, que quer dizer “de dentro para fora”.
“KALUPSIS”, que significa “véu”.
• APOCALIPSE que dizer, então: revelar, desvendar, divulgar o que esteve oculto.
• Apocalipse é um escrito apocalíptico “a revelação de Jesus Cristo”. Apoc.1.1

COMO INTERPRETAR O LIVRO DE APOCALIPSE?

• Abrindo mão de idéias preconcebida.
QUATRO ESCOLAS PRINCIPAIS
1. Preterista
• Sustenta que Apocalipse está escrito em linguagem “velada” e trata quase
exclusivamente de circunstâncias do tempo de João.
• Era “o ponto de vista de Roma”.
2. Futurista
• “O ponto de vista da Segunda vinda de Jesus”, é a posição mais popular.
• Enfatiza o Livro de profecias sobre os fatos que hão de vir.
• Sobre o que precederá a volta de Cristo.
3. Historicista
• “Ponto de vista da história eclesiástica”, interpreta o texto como um diagrama da
história total da igreja no intervalo entre duas vindas de Cristo.
4. Idealista
• “Ponto de vista contextual”, ou seja, ensina que Apocalipse contém princípios
aplicáveis aos cristãos de cada geração.
Capítulo 1
• A Palavra Apocalipse é de origem grega. Revelação é melhor que apocalipse.
• Revelar, manifestar.
• I Coríntios – 1.7
• II Tessalonicenses - 1.6-10
• I Pedro - 1.7
“Para Mostrar Aos Seus Servos As Coisas Que Brevemente Hão De Acontecer”.
• Apocalipse é relato da viagem que ele fez ao futuro, que desafia a razão.
• “São coisas que hão de acontecer”
• Muitos não crêem. Ex. o dilúvio
a. A Palavra de Deus se cumpriu, ao pé da letra.
• Gênesis - 2. 4 a 6
• Gênesis - 6.17
• Gênesis - 19.14
• Gênesis - 19.24 e 25
• Lucas – 1.30-35
• Lucas – 1.47
• Gênesis - 18.10-12
• Gênesis - 16.2
• Amós – 3.7
• Isaias – 45.17
• Gênesis – 18.17
• Tiago -1.23
• João – 15.14 e 15

“E, ENVIANDO-AS PELO SEU ANJO, AS NOTIFICOU A SEU SERVO JOÃO”

1. Os “anjos” – fieis mensageiros em assuntos do amanhã.
2. Ajudou Daniel a entender as visões que tivera.
3. Anunciou o nascimento de João e de Jesus. (Gabriel).
4. Acompanhou João durante o Apocalipse.
5. Daniel - 9.21-23
6. Lucas - 1.19
7. Lucas – 1.16
8. Apocalipse – 22. 8 e 9

terça-feira, 20 de maio de 2014

As Epístolas às Igrejas

As Epístolas às Igrejas
Romanos, I e 2 Coríntios, Gálatas, Efésios, Filipenses, Colossenses, I e 2 Tessalonicenses
A ordem destas Epístolas na nossa Bíblia é a mesma ordem que todos os manuscritos velhos achados em qualquer parte do mundo têm. A ordem cronológica seria diferente que a ordem que elas aparecem na Bíblia. A ordem cronológica que refere a data aproximada que elas foram escritas seria nesta ordem (Baxter):
 


Livro
Lugar
Tempo


1 Tessalonicenses
Corinto 
52-53 d.C.


2 Tessalonicenses
Corinto
53 d.C.


1 Coríntios
Éfeso
57 d.C.


2 Coríntios
Macedônia
57 d.C.


Gálatas
Corinto
57-58 d.C.


Romanos
Corinto
58 d.C.


Colossenses
Roma
63 d.C.


Efésios 
Roma 
63 d.C.


Filipenses 
Roma
64 d.C.







 
 
 

1. Romanos
Tema: A Justificação pela Fé
Tempo: escrito em Corinto, 58 d.C. (16.1,2)
Autor: O Evangelho tem sido pregado por um meio século quando Paulo escreveu este livro e muitas igrejas foram organizadas até este tempo. Era inevitável que duvidas e perguntas surgiam por causa da pregação de graça e a plena justificação de qualquer pessoa pela fé em Cristo. Perguntas sobre a lei de Moisés, o concerto de Deus com Abraão, a aceitação dos gentios diante de Deus, e as ramificações da pregação da graça de Deus foram levantadas. Paulo, por causa do seu treinamento como um Fariseu e por causa da sua rígida mas delicada consciência foi especialmente preparado para esta tarefa (Fl 3.4-6).
Ensinamento:
O primeiro livro entre as Epístolas talvez porque "é a exposição mais completa do N.T. sobre as verdades centrais do Cristianismo." (Scofield).
A igreja em Roma parece de ser feita de membros tanto Judeu (2.17-29) quanto Gentio (11.14-32). Então podemos aprender como o Evangelho é interpretado tanto aos Judeus quanto aos Gentios. Parece que Paulo está escrevendo esta carta à uma igreja que ele, até aquele momento, nunca tinha visitado (1.10-15).
 
 


Nota como Paulo trata do problema do pecado. Ele mostra como por Cristo o pecador pode ser justificado diante de Deus (3.21-5:11) e depois ele mostra como o pecador pode viver para a glória de Deus mesmo tendo o pecado tão perto dele quanto a sua carne (7.7-8:39). O segredo de viver a vida cristã mesmo tendo o pecado na carne é visto no fato que em Romanos capitulo oito o Espírito de Deus é mencionado não menos do que dezoito vezes. Antes deste capitulo o Espírito de Deus é mencionado só uma vez (1.4). Isso nos mostra que por Cristo o pecador tem a redenção (3.21-26), mas é pelo Espírito que ele pode viver para agradar Deus (8.11).
Cuidando de doutrina pode levantar muitas duvidas na mente de quem estudo ou de quem recebe tal estudo. Por isso os capítulos 6-8 respondem às dificuldades que uma mente normal pode ter com doutrina. Paulo ressalta a soberania de Deus nas Suas ações pela graça.
Os capítulos 12-26 impõem a todos os cristãos a obrigação de terem vidas consagradas no serviço a Ele que os tem mostrado misericórdia. A vida do crente deve refletir o que diz a sua boca.
O livro de Romanos pode ser dividido em três partes (Baxter):
I. Doutrinal: Como o Evangelho salva o pecador - Cap. 1-8
II. Nacional: Como o Evangelho aplica à Israel - Cap. 9-11
II. Prático: Como o Evangelho aplica à nossa vida - Cap. 12-26

2. 1 Coríntios

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Encorajados Por Deus

ENCORAJADOS POR DEUS

A Segunda Epístola aos Coríntios 1:4-6 diz “Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, pela consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus. Porque, como as aflições de Cristo transbordam para conosco, assim também por meio de Cristo transborda a nossa consolação. Mas, se somos atribulados, é para vossa consolação e salvação; ou, se somos consolados, para vossa consolação é, a qual se opera suportando com paciência as mesmas aflições que nós também padecemos” . Orar e ler estes versículos repetidamente nos ajudará a ver que a necessidade atual da igreja é o ministério. Deus nos encoraja em toda a nossa tribulação com um propósito: que sejamos capazes de encorajar a outros. A palavra grega para consolação no versículo 4 também significa encorajamento. Ser consolado por Deus significa ser encorajado por Ele.

O OPERAR DA CRUZ

QUANDO mais os sofrimentos de Cristo abundam em nós, mais encorajamento ou refrigério seremos capazes de desfrutar. Se desejamos ministra algo de Deus em Cristo aos outros, temos de sofrer (o sofrimento de Cristo) para Ter a experiência. É pelo caminho da cruz que teremos algumas riquezas de Cristo para ministrar aos outros. O ministério não surge de nenhuma outra maneira, mas somente pelo operar da cruz.
PAULO nos disse que Deus colocou-o numa situação onde foi “sobremaneira” (1:8) ou “excessivamente sobrecarregado” a fim de que ele pudesse confortar a outros. Você pode ser perguntar por que tem tantos problemas. Pode Ter problemas com o seu cônjuge, com os filhos e mesmo com seu corpo. Você percebeu que nessa carta existe a frase: “excessivamente sobrecarregado” ou “sobremaneira pressionado”? Você pode ser
pressionado, mas é pressionada sobremaneira? Isso significa que a obra da cruz terminou com você, levou-o a um fim.

PAULO diz-nos que ele e seus cooperadores foram excessivamente sobrecarregados acima de sua capacidade ou força de modo que se desesperaram da própria vida (1:8). Muitos dos irmãos jovens têm força. Porém mais cedo ou mais tarde, o Senhor pressionar-lhe-á repentinamente, e você tentará suportar o sofrimento. Por fim dirá: “Senhor, abandono minha resistência porque a Tua pressão é algo bem acima das minhas forças.” Quando  você se encontra sob determinado tido de sofrimento, nunca tente exercitar sua própria força para suportá-lo sozinho. Nunca tente vencê-lo por si mesmo. Você deve perceber que por fim o Senhor irá pressioná-lo acima de suas forças. Quando vem a pressão, você pode exercitar toda sua força: fisicamente, mentalmente e espiritualmente. Mas quanto mais você exercitar sua força mais será pressionado. Por fim, admitirá que a pressão está bem acima de suas forças. Louvada seja o Senhor pela pressão sem limite acima de osso poder!
DEPOIS que Paulo nos disse que ele e seus cooperadores foram  tão sobrecarregados que se desesperam até da própria vida, ele disse: “Contudo, já em nós mesmos tivemos a sentença de morte, para que não confiemos em nós, e, sim, no Deus que ressuscita os mortos” (1:9). Quando os apóstolos estavam sob a pressão da aflição, desesperados até da própria vida, devem Ter-se perguntado qual seria o resultado de seu sofrimento. A resposta era a morte. A experiência de morte, contudo, introduz-nos na experiência de ressurreição. Ressurreição é o próprio Deus que ressuscita os mortos (Jo.11:25). A obra da cruz termina com nosso ego para que possamos experimentar Deus em ressurreição. A experiência da cruz sempre resulta no desfrute do Deus da ressurreição. Tal experiência produz e forma o ministério (2ª Co.1:4-6). Esta experiência é descrita mais detalhadamente em 4:7-12.

A palavra de Paulo nos mostra que precisamos ser terminados. Necessitamos chegar ao fim. Aí, então, aprenderemos a não confiar em nós mesmos, mas em Deus. Dizer que precisamos confiar em Deus e não em nós é fácil, mas sermos completamente trabalhados nessa questão requer bastante experiência. Deus está trabalhando por meio da cruz para terminar conosco. (Obs. A cruz terminou para Jesus e quando disse que tudo estava consumado estava também dizendo para  nós que a cruz ficava como herança para nós daí o texto que diz para tomarmos nossa cruz e Segui-lo). Deus está trabalhado para levar-nos a um fim, até mesmo para que nossa espiritualidade, nossas conquistas espirituais, sejam levadas a um fim. Você pode confiar muito em suas conquistas espirituais, mas até isso tem de ser terminado.

EM 1:12, Paulo diz: “Porque a nossa glória é esta: o testemunho da nossa consciência, de que com simplicidade e sinceridade de Deus, não com sabedoria carnal, mas na graça de Deus, temos vivido no mundo, e principalmente convosco” (VRC). Em sua consciência, Paulo tinha o testemunho de que andava, movia-se e tinha seu ser nesta terra não em sabedoria carnal, mas na graça de Deus. Para alguns, sabedoria pode ser uma maneira inteligente de enfrentar determinada situação, mas essa sabedoria vem da nossa mente. A sabedoria humana é algo que você possui visando fazer algo para si mesmo. A graça de Deus é que você não faça nada, mas que Deus faça tudo em seu interior. Não é você fazer algo para enfrentar a situação, mas permitir que Deus faça tudo em você e por você (Isto é: o grande problema é o seu PERMITIR. A única coisa a fazer é o PERMITIR e isto não é fácil. Não podemos fazer nada humanamente falando: ir ao monte, jejuar, comprar seu passaporte com dízimos, com campanhas. O nosso papel no tomar a cruz é o de forçar mente e deixar que a ESPADA penetre dentro de nós e nos corte dividindo o que o pecado misturou e lutar pela transformação de nosso entendimento. O esforço, como disse não é humano pois sem fé é impossível agradar a Deus e fé é o firme fundamento ). Isso é a graça de Deus.
PAULO disse que se conduzia na simplicidade e sinceridade de Deus. Simplicidade pode também significar singeleza. Deus é simples e Deus é singelo. Quanto mais estamos na carne e na alma, mas complexos somos. Então não temos simplicidade, mas complexidade. Uma pessoa almática é muito complexa. No entanto, quanto mais permanecemos no Santo dos Santos, no espírito, mais simples nos tornamos. Quanto mais ficamos no espírito, mais somos simples e sinceros. Somos sinceros na motivação, no objetivo e em tudo o que desejamos. Em 1:12 estão a simplicidade ou singeleza de Deus, a graça de Deus e a sinceridade de Deus. Se fomos tratados com a cruz, de tal maneira que ela nos levou ao fim, seremos pessoas pacíficas que desfrutam e experimentam a graça de Deus cuidando de tudo por nós. Assim seremos tão simples e tão sinceros em nossa motivação e em nosso objetivo. Desfrutaremos a graça de Deus e teremos a simplicidade e sinceridade de Deus.


quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Este dom é um presente de Deus

Este dom é um presente de Deus para você. Recusar um presente que está sendo oferecido a você com tanta alegria por alguém é uma atitude bem deselegante. Em outras palavras: Quando você recusa o dom de línguas e até discursa em favor de sua “pouca importância e necessidade”, você está sendo deselegante com Deus. É tipo assim: “É Deus, o Senhor está me dando este dom aí, mas ele não é assim tão importante; por isso, eu não faço muita questão de tê-lo”. Coloque-se no lugar de alguém que vai presentear uma pessoa e a pessoa diz: “É.... Você quer me dar isso aí, mas... Você poderia me dar outra coisa”. Como você se sentiria ao ver seu presente sendo desmerecido e desvalorizado?

Este dom é muito útil na edificação da igreja. É a escritura que diz isso. Este dom pode muitas vezes ser útil na edificação da igreja. Como? Deus pode usar alguém com o dom de línguas, e ao mesmo tempo usar a própria pessoa ou outra pessoa com um dom que é parceiro deste: O dom de interpretação de línguas. Quando isto acontece a igreja recebe mensagens de edificação, encorajamento, consolo e exortação. Tudo que eu disse aqui está na bíblia! Paulo disse aos irmãos que tinham o dom de línguas que eles deveriam orar para que pudessem interpretá-las. Assim poderiam edificar a igreja. Agora, como um dom que pode trazer edificação para a igreja pode ser depreciado e desmerecido? Eu realmente não entendo.
 
A importância do dom de línguas não para por aqui. O dom de línguas também é muito importante na edificação e fortalecimento pessoal do cristão. Paulo disse: “Nós não sabemos orar como convém” (Rm 8.26). Ou seja: Se nossas orações fossem depender apenas de nossas forças, empenho, habilidade com as palavras e intelecto, nunca, pode ter certeza disso, uma oração seria respondida. É por isso que quando estamos orando, o Espírito Santo vem e nos leva a falar em línguas espirituais. É uma forma de dar-nos um suporte e impedir que nossa “pouca habilidade para orar”, resulte em orações frustradas. Quem ora em línguas edifica a si mesmo e ora bem (1Co 14.4a). 


Por isso, amados e amadas do Senhor, se você acha que o dom de línguas não é assim tão importante, ou se você é daqueles que até se pergunta “pra que ter dom de línguas”, eu te digo: O dom de línguas é um sinal a mais de que você possui a legítima fé em Deus; é um presente de Deus para você; é muito útil na edificação da igreja; é muito importante na edificação e fortalecimento pessoal do cristão.
 

Pregação Abençoada

PUBLICIDADE

O Mais Baixado De 2012

Ares Alcohol 120% Adobe Flash Player CCleaner CD BurnerEmule FilZip Google Chrome Google Earth Internet Explorer KM Player Lime Wire Media Player Classic Messenger Plus Mozilla Firefox MSN Messenger 2009 Opera Picasa Realtek Real Player Download Accelerator Plus FormatFactory uTorrent Virtual DJ XP Codec Pack Windows Media Player 11 Winamp Winrar Winzip VDownloader Avast AVG Avira Kaspersky NOD 32 Microsoft Security Essentials Adobe Reader Skype Daemon Tools Photo Scape Directx DVD Shrink K-Lite Codec Pack Photo Filtre Shareaza Messenger Discovery Live Puxa Rapido Revo Uninstaller Team Viewer The Gimp

1000


" />

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE